Escândalo

O controlador pai de Amelia Wilkes não permite que ela namore, mas isso não impede a talentosa finalista do liceu de manter um romance com o colega Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham com uma vida em conjunto e planeiam contar aos pais de Amelia apenas quando ela fizer dezoito anos e se tornar, legalmente, adulta. A mãe de Anthony, Kim, que lecciona na escola que ambos frequentam, sabe – e guarda – o segredo que os une. Mas a paixão deles é exposta mais cedo do que planeavam. O pai de Amelia, Harlan, fica chocado e furioso ao encontrar fotografias de Anthony, nu, no computador da filha. Meras horas depois Anthony é preso. Quando os acontecimentos começam a espiralar fora de controlo e o caso toma uma dimensão nacional, Amelia e Anthony arriscam tudo numa ousada e perigosa tentativa de limpar os seus nomes e terminar com a loucura em que tudo aquilo se tornou.

ISBN: 9789892315904 – Edições Asa / 2011

Todos nós sabemos quem eram os personagens Romeu e Julieta. Creio que posso dizer com absoluta certeza que estes são uns dos pares romântico mais falados e adorados no mundo inteiro. A criação de Shakespeare que é conhecida internacionalmente conquistou milhões e milhões de corações e o par ficou imortalizado como um dos mais intensos da história da literatura mundial. E porquê? Todos nós sabemos igualmente, que o fruto proibido é o mais apetecido e o romance entre Romeu e Julieta é isso mesmo. Um romance proibido, que se desenvolve em segredo, longe dos olhares curiosos dos seus conhecidos e não só. 

Escândalo de Therese Fowler traz-nos na sua essência um romance ao estilo de Romeu e Julieta, mas que se passa no século XXI. Isto porque o livro assenta, todo ele, sobre um romance que se desenvolve também em segredo, devido sobretudo às preocupações de um pai exageradamente controlador. Amelia Wilkes tem a sua vida planeada ao milímetro. O pai não a deixa namorar, quer que ela siga o curso de Gestão e pretende que ela consiga ganhar muito dinheiro para poder ter uma vida com que o seu pai sempre sonhou: desafogada, sem qualquer género de preocupação financeira onde se possa comprar tudo o que o dinheiro possa pagar. 
No entanto, Amelia tem os seus próprios planos. Ela pretende seguir teatro e e pretende ser uma famosa estrela da Broadway. Contudo, os planos que o pai tem para ela são exactamente o oposto e por isso mesmo, Amelia começa a preparar as suas candidaturas para a universidade totalmente em segredo, para que o seu pai não lhe possa estragar os planos. 
Mas este não é o único segredo que ela esconde do pai. A verdade é que Amelia tem um namorado que tem os mesmos sonhos e objectivos que ela: de ser um artista famoso da Broadway, nos grandes palcos de Nova Iorque. E o romance que eles vivem tem que ser mantido em segredo, para que os pais de Amelia não possam estragar aquele que é o amor da vida de Amelia. 

Já Anthony, apesar de por vezes se sentir injustiçado por ser obrigado a esconder o amor que sente por Amelia, percebe que tem que proteger a sua amada e por isso, com a ajuda e conselhos da sua mãe Kim, vai fazendo os seus planos com Amelia, esperançoso que num futuro próximo Amelia perca o receio de contar ao seu pai sobre a relação e os planos que ela está a estruturar para o futuro dela. Se ao menos eles já tivessem 18 anos e pudessem seguir fazer as suas próprias decisões…

Tudo correria bem se o pai de Amelia não tivesse encontrado no computador da sua filha, fotografias comprometedoras de Anthony. O pai, furioso com a descoberta que fez decide chamar a polícia e sem saber, põe em funcionamento uma cadeia de acontecimentos que não só vai perturbar a vida de Anthony, mas a de todos os que rodeiam o casal, tal como Kim, ele próprio, a sua mulher, mas pior que tudo, o pai acaba por pôr em causa o futuro da própria filha. Com a confusão que se instala, vamos acompanhar o romance proibido destes dois jovens que tudo o que querem na vida é poder sonhar com um futuro feliz e poder viver uma relação que não seja em segredo. Será que o amor dos dois vai resistir a todos os obstáculos que têm que enfrentar? Incluindo o maior deles todos, que é o pai de Amelia?

Confesso que à primeira vista, este livro tem tudo para ser uma obra magnífica. Eu própria, quando li a sinopse achei que este iria ser um grande livro que me iria conquistar logo às primeiras páginas, pois esta premissa capta os olhos dos leitores muito rapidamente com a palavra proibido. Na verdade, não me apercebi que este seria um romance entre dois adolescentes menores de idade e tenho que reconhecer que isso retirou um pouco do meu entusiasmo inicial. Mas, isso nunca seria um factor decisivo para eu não gostar deste livro, não fosse a parvoíce que se gerou à volta de um assunto que me parece algo absurdo. 
Mas para vocês perceberem o porquê desta minha afirmação, vou começar do início.

A escrita da autora Therese Fowler é bastante fluída, simples e consegue envolver o leitor de uma forma muito fácil. Só este factor permitiu que eu lesse este livro até ao fim. O enredo está muito bem construído e o tema é bastante interessante pois todos nós sabemos que a lei e o sistema judicial é uma coisa imperfeita e que carece de ajustes que nunca ninguém quer levar a cabo. 
Este é um desses casos que carece de ajuste, isto porque o livro gira todo ele à volta de fotografias íntimas que um casal troca entre si. Bem, parece-me algo ridículo que algo feito nestes moldes privados possa ser considerado pornografia e por isso mesmo, acabei por achar absurdo que a autora se debruçasse tanto e tão profundamente sobre este assunto, voltando sempre às acusações de pornografia. É daquelas situações que a lei considera ser algo ilegal, mas que pensamos ser altamente inacreditável quando alguém é preso por isso. E o livro preocupa-se muito com este aspecto. 
Contudo, apesar de achar que se dá muita importância às tais fotografias, acabei por reconhecer que na verdade foi importante ver e aprender que o sistema judicial americano (e não só) é uma máquina muito bem oleada, que por vezes falha e foi importante ver como é que o processo judicial na sua integridade se desenvolveu. Exceptuando algumas partes que foram repetidas, creio que a autora acabou por construir uma história com circunstâncias e reviravoltas interessantes.

A construção das personagens foi o que mais me desiludiu no livro. A não ser Anthony e Kim, a sua mãe, creio que os outros personagens careciam de força e de carácter e com uma história destas creio que teria sido muito mais interessante ver um conjunto de personagens fortes e com uma personalidade mais complexa. Neste aspecto o pai de Amelia foi uma personagem fulcral no livro, porque apesar de ser completamente inadequado e não ter noção alguma do que é o respeito pelo próximo, conseguiu mostrar-se uma personagem completa e que valeu a pena conhecer. 

Bem, tendo em conta todos estes aspectos, sublinho que apesar do livro ter as suas falhas (como a repetição desnecessária de alguns aspectos bem como o exagero absurdo de apenas umas fotografias) creio que o livro acabou por se mostrar bastante interessante. Na verdade, tive que saber como é que o livro acabava e como é que este casal ia ultrapassar todas as adversidades que tiveram que passar. Além disso tive que saber se eles acabavam ou não juntos. (Eu sei, eu sei… sempre a romântica). 

No final, acabou por ser um livro que me agradou e que me permitiu algumas horas de lazer, mas não foi um livro que me tirasse completamente do sério. 

     

Advertisements