Dias de Ouro

Escócia, 1766. Angus McTern tem tudo o que pode desejar na vida. Embora o avô tivesse perdido as terras e o castelo da família num jogo de cartas quando Angus era pequeno, ele continua a encarar seriamente os seus deveres na qualidade de laird. Por conseguinte, quando a herdeira legítima do castelo — a bonita Edilean Talbot — aparece, a calma existência de Angus fica abalada para sempre… 
No início, Angus trata Edilean com frieza. Ressente-se da educação privilegiada da jovem e sente-se enraivecido pela forma como todo o seu clã parece adorá-la. Contudo, quando a herança de Edilean é roubada e ela precisa desesperadamente da sua ajuda, Angus põe o orgulho de lado. Porém, nem tudo é o que parece, e devido a uma terrível confusão Angus é acusado de se apoderar da herança da jovem. A partir desse momento, a única forma de escapar à perseguição consiste em subir a bordo de um navio na companhia de Edilean. Durante a travessia, o amor começa a nascer entre eles. Contudo, a felicidade é de curta duração pois não é a liberdade aquilo que os espera na América, mas o ganancioso noivo de Edilean, que faz tudo para obrigar Edilean a regressar à Escócia com ele. Porém, o destino volta a reunir Angus e Edilean…

ISBN: 9789898228659 – Quinta Essência (Leya) / 2011 – 401 páginas


Para quem acompanha a série Edilean e sente curiosidade em saber como a comunidade se formou, este romance histórico não vai desiludir. Este conta-nos a história de Angus e Edilean e como este casal viajou para o Novo Mundo e acabou por dar início ao que gerações a seguir, viria a ser uma comunidade muito divertida e o cenários de muitos outros romances.
Também, para quem como eu no início deste ano ainda não se tinha estreado nesta autora, o romance Dias de Ouro é já o quarto livro que leio de Jude Deveraux. Desde que comecei a série Edilean que fiquei agarrada às leves histórias de amor que a autora nos apresenta nestas obras. Embora o formato da narrativa não seja nenhuma surpresa relativamente aos volumes anteriores, esta familiaridade acabou por se revelar algo positivo porque indica que o romance vai na linha de algo que sei que vou gostar.
De facto, sinto que me repito nos comentários a esta autora – os enredos são fáceis de seguir, têm os seus obstáculos e os protagonistas têm que os ultrapassar de uma maneira ou de outra, mas a linha do enredo é sempre muito semelhante de livro para livro. Neste caso em particular, mudam os tempos e mudam-se os costumes. Contudo, o sentido de humor e a animação continuam presentes neste volume. Angus e Edilean têm vários momentos cómicos e que incitam a uma leitura rápida.
Continuo a gostar de descobrir os livros da autora, mas sei que não será o tipo de livro que alguma vez me irá ficar marcado no espírito, como livro que tenha mudado a minha vida. Ainda assim, são livros que me alimentam a boa-disposição e são perfeitos para alternar entre livros mais pesados e mais exigentes.
Em suma, o que esperar de uma leitura como esta? Horas de descontracção, momentos divertidos e no final… um desfecho bem doce que pode alegrar qualquer coração romântico.

Pássaros Feridos

Advertisements

2 thoughts on “Dias de Ouro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s