Jardim de Alfazema

Jocelyne Minton é uma mulher dividida entre dois mundos. A mãe estudou em colégios particulares e frequentava as melhores salas de chá, mas acabou por casar com o biscateiro local.
Joce tinha apenas cinco anos quando a mãe morreu e, quando o pai volta a casar, a criança sente-se mais só do que nunca – até que conhece Edilean Harcourt que, apesar de já não ser uma jovem, compreende Joce melhor que ninguém.
Quando Miss Edi morre, deixa à amiga todos os seus bens, incluindo uma histórica mansão do século XVIII e uma carta com pistas para a jovem decifrar um mistério que remonta a 1941. Na carta, Miss Edi também revela que encontrou o homem perfeito para Joce, um jovem advogado. Joce fica chocada ao saber que a mansão e o futuro amor da sua vida se encontram em Edilean, de que nunca ouvira falar. Curiosa perante esta reviravolta do destino, Joce muda-se para a pequena cidade , decidida a dar um novo rumo à sua vida.
Em Edilean, todos conhecem a história da jovem e já delinearam o seu futuro, incluindo o homem com quem se deverá casar. Acontece, porém, que Joce tem as suas próprias ideias acerca do homem que terá de conquistar o seu coração e o que fazer aos segredos que ninguém quer ver divulgados. Mas, quando estes lhe revelam parte da sua história, o certo é que a vida parece ganhar uma nova cor…
Em Jardim de Alfazema, Jude Deveraux retrata as paixões, as intrigas e os segredos de uma pequena cidade e dá início a uma extraordinária série centrada em Edilean.

ISBN: 9789898228314 – Quinta Essência (Leya) / 2010 – 352 páginas

A Papisa Joana

Depois de ter lido o livro individual Alguém para Amar, decidi começar a ler os livros da série Edilean que tinha cá por casa, que já se estavam a acumular sem eu lhes dar vazão. Embora não tenha achado o outro livro da autora extraordinário, gostei da experiência e todas as opiniões que li iam no sentido de que os livros da série Edilean eram melhores. Com estes incentivos todos achei que não tinha nada a perder e Jardim de Alfazema seria uma leitura agradável para o primeiro fim-de-semana da primavera.
O livro conta a história de Jocelyn que após a morte de uma grande amiga e companheira sua herda uma mansão antiga, numa pequena cidade da Virgínia – Edilean. Jocelyn, que não está habituada a uma aldeia onde toda a gente sabe de tudo, passa por um período de adaptação engraçado e acaba por se apaixonar por um dos residentes da aldeia. Mas esta relação tem os seus obstáculos, que precisam de ser ultrapassados… e além disso, Edilean esconde alguns segredos que mais cedo ou mais irão ser revelados.

De facto não me enganei e este livro constitui mesmo uma leitura bastante agradável  e que foi devorada por mim em menos de dois dias. É daqueles romances leves que nos agarram com uma força surpreendente e nem damos pelo passar das páginas. A mistura de mistério também ajuda a fazer com que esta leitura agarre o leitor sem qualquer dificuldade, embora deva admitir que o segredo da Jocelyn não tenha sido assim tão surpreendente para mim.
De qualquer das formas, a autora conseguiu construir um enredo que cativa, com personagens divertidas e que nos proporcionam bons momentos de descontracção.

A aldeia de Edilean é o cenário ideal para este tipo de história. Uma pequena cidade onde os vizinhos são metediços, controlam a vida uns dos outros e onde a coscuvilhice é a palavra de ordem. Numa palavra esta cidade é cómica e é uma cidade onde as situações caricatas proliferam. Gostei bastante deste pequeno lugar e confesso que não me importaria de viver em tal sítio, creio que me iria proporcionar vários momentos de diversão. Até lá, tenho os livros da autora para me ir mostrando as peripécias que se passam em Edilean com estes personagens interessantes. Este romance leve polvilhado de suspense foi a leitura perfeita para o fim-de-semana, muito sinceramente. A escrita da autora é simples, com um discurso muito claro e portanto muito acessível e igualmente fluído. Tudo isso ajudou para que eu pudesse devorar este livro em menos de nada!

Contudo, apesar de todas as coisas boas que tenho a dizer do livro ainda me debati com a possível classificação que lhe daria. Confesso que fiquei indecisa entre o gostei bastante e o gostei e acabei por chegar à conclusão que me encontro no meio dessas duas realidades, daí não ter dado mais classificação a este livro. De qualquer das formas tanto fiquei interessada nesta cidade e nestes personagens que não resisti e comecei a ler outro livro da série, Perfume de Paixão, que também já leva um avanço significativo.

Creio que esta autora me pode oferecer bons e muitos momentos de leitura com estes livros. Os livros da série são, de facto, melhores que o livro individual.

Lições de Sedução

Advertisements

2 thoughts on “Jardim de Alfazema

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s