A Guerra dos Tronos

5739442 Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de o proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo. Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga. Entre eles estão o anão Tyrion, a ovelha negra do clã Lannister; John Snow, um bastardo de Eddard Stark que, ao ser rejeitado pela madrasta, decide juntar-se à Patrulha da Noite, uma legião encarregue de guardar uma imensa muralha de gelo a norte, para lá da qual cresce uma assustadora ameaça sobrenatural ao reino. E ainda a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert Baratheon, que pretende ressuscitar os dragões do passado e, com eles, recuperar o trono, custe o que custar.

ISBN: 9789896370107 – Saída de Emergência (Colecção Bang!) / 2007 – 379 páginas

O Regresso do Rei - Senhor dos Anéis, Vol.3

Eddard Stark é Lorde Stark, senhor de Winterfell. Winterfell situa-se no norte e esta é uma das casas mais antigas dos Sete Reinos. Eddard sente-se feliz e confortável com a vida que aqui leva, junto da sua senhora e dos seus filhos. Contudo, a chegada do Rei e seu amigo, Robert, acaba por alertar Ed de que a sua vida está prestes a mudar. Os seus receios acabam por se provar serem verdadeiros quando Robert pede a Ed que este seja a Mão do Rei, o seu braço direito. Isto é uma grande honra, pois é um lugar que muitos ambicionam e que traz a quem tem esta posição, bastante poder. Contudo, a Mão anterior que pereceu de uma forma algo suspeita, não descansa Ed e a sua mudança para Sul significa que Ed irá aterrar no meio de conspirações políticas, sem saber em quem pode totalmente confiar. “O Inverno está a chegar” e os tempos difíceis estão apenas a começar.

Este A Guerra dos Tronos marca a minha entrada na série As Crónicas de Gelo e Fogo e marca também a minha estreia com o autor George Martin. Como é óbvio, não fiquei cega ao sucesso que tantos os livros como a série televisiva fizeram por esse mundo fora e portanto não foi com muito espanto que me apercebi que este primeiro volume foi o livro mais votado na minha iniciativa Desafio aos Leitores. Confesso que me encontrava um pouco receosa, no entanto. Nunca fui a maior fã de fantasia, como vocês já estão fartos de saber, mas nos últimos anos, tenho lentamente mudado a minha opinião. Portanto, foi sim com algum espanto que acabei esta leitura a desejar mais. Na verdade, eu só li a primeira metade do primeiro livro (a editora divide os livros desta série), pelo que foi por essa razão que mal acabei A Guerra dos Tronos, comecei a ler A Muralha de Gelo.

E estou positivamente admirada. A escrita de George Martin é incrivelmente fluída, algo que não esperava. Esperava que este fosse o tipo de narrativa vagarosa, lenta a desenvolver e muitíssimo descritiva. Contudo, contrariamente às minhas expectativas, encontrei uma narrativa bastante dinâmica, com bastante ritmo e um enredo que nos deixa com vontade de descobrir mais e mais a cada paragem que façamos. Dificilmente larguei o primeiro volume, pois como digo, o autor tem uma escrita muito fácil e que faz com que o leitor mergulhe no livro sem alguma hesitação.

Ao início, senti-me um pouco confundida com tanto nome, tanta casa e tanto pormenor e característica sobre este mundo único. Cada capítulo é-nos apresentado num ponto de vista diferente e para mim isso é uma vantagem, visto que num mundo rico em personagens é importante ter mais que uma visão dos acontecimentos. Faz-me sentir, como leitora, mais próxima de cada um dos intervenientes da história e do livro. É-me difícil dizer que parte do livro, gostei mais. Se do enredo principal, se da construção dos personagens. Creio que ainda é cedo para começar a fazer este tipo de julgamento.

Posso contudo dizer que foi uma descoberta que me deixou surpreendida e que me deixa com água na boca para saber e descobrir mais. Sei, com toda a certeza, que as surpresas não acabam aqui. Aliás, ainda nem vi nada, de facto. Mas sei que o autor ganhou outra nova leitora. Espero que os próximos “episódios” se revelem tão bons quanto este primeiro volume.

Voltar a Encontrar-te

10 thoughts on “A Guerra dos Tronos

  1. Realmente às vezes é difícil acompanhar tantos nomes e casas, mas dos principais nunca esquecemos, logo conseguimos acompanhar bem a história. Eu ainda só li os três primeiros livros cá editados, tenho que voltar a esta excelente saga 🙂
    Beijinho

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s