Estados de Espírito #33

Não há sentimento mais frustrante do que querer ler e não poder. Não poder porque não há tempo, porque existem obrigações que não posso descurar. 
Não poder porque a vida não espera por mim e por isso tenho que andar sempre a correr para apanhar esse comboio. Mas a verdade é que o facto de não ter tanto tempo para a leitura me entristece, como faria a qualquer bibliófilo. 
Entre acordar e deitar, é sempre um caos. E quando os momentos de quietude chegam, os meus olhos acabam por se fechar, desejosos de irem para outros mundos tão maravilhosos quanto os dos livros. 
Podia ler nos transportes, pois podia. Mas não sei porquê, tenho apanhado sempre enchentes malucas. Ainda hoje não tinha espaço para tentar lamber o cotovelo, quanto mais ler. E assim, há dias consecutivos que avanço uma página de cada vez.
Eu sei, eu sei – grão a grão a galinha enche o papo. A questão é que para uma pessoa que devora livros, ler uma página por dia é pior do que estar de ressaca. 
Sentir-me-ia melhor com isto tudo se pudesse justificar isto com o meu humor – se por acaso não andasse na disposição para ler – mas eu quero mesmo, mesmo ler. 
E por isso é que falo desta frustração. 
Pois sinto falta de me perder nas minhas leituras a sério, sem ter o relógio a dar sonoras badaladas e a lembrar-me que não há tempo a perder. 
Sem começar a ler algo para depois os meus olhos insistirem que estão cansados e que precisam desesperadamente de descansar. 
É isto o amadurecer? 
Se é isto, não quero crescer. Se é isto, quero continuar a viver nos tempos em que perdia tardes inteiras com os meus livros. 
Era bom, era bom.
Mas o que me vale no meio disto tudo, é saber que os livros estarão sempre cá quando eu tiver tempo para eles. São assim os meus fiéis companheiros. São os únicos que não se queixam se eu não chego a horas. 

(daqui)

Advertisements

6 thoughts on “Estados de Espírito #33

  1. Como compreendo! Habitualmente, só consigo ler umas páginas antes de “desmaiar” de exaustão à noite. Quando posso ler durante o dia é uma verdadeira festa!

  2. Eu estou na mesma: durante o dia trabalho, quando chego a casa é tomar conta da criança. Quando sossega por volta das 22h só me apetece ir dormir… São fases 😉

  3. Muito bom, Filipa 🙂
    Por causa dos exames, também houve aí umas semanas que andei sem ler nem sequer uma página por dia. Quando acabaram (os exames), não conseguia ler… acho que foi um arrastar de consequências… e simplesmente não me apetecia.

    1º Acho que é anatomicamente impossível lamber o cotovelo, por isso, só mesmo tentar ahahah

    2º É grão a grão… LOL o.O ???

    Adorei a imagem! Ahah livros indignados, 'tadinhos! Realmente! A internet é uma inimiga a abater.

  4. Espero realmente que possas ter tempo para ler. Concordo contigo, ler uma página por dia é mesmo mau… :S Mas ao menos não vais ficando burra como o pobre do coelho xD
    Beijinho

  5. Olha que às vezes me sinto um bocadinho burra, eheh! 😛
    Agora vou ter uns diazinhos de férias, pode ser que dê para pôr a leitura em dia! 😀
    Beijinho*

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s