Sugestão Literária – Fevereiro (Pt.1)

Fevereiro costuma ser apelidado de mês do amor e por isso, queria apresentar-vos uma ou duas sugestões que estivessem dentro desta temática. 
Romances há muitos e portanto o campo para as sugestões é muitíssimo vasto. 
A dez dias do dia de São Valentim (que eu nem costumo celebrar por duas razões óbvias: não ser o valentine de ninguém e por achar que este é daqueles dias que apenas convida ao consumismo) pareceu-me adequado trazer umas sugestões diferentes. 
Contudo, sei que se o celebrasse provavelmente poderia sucumbir à tentação de comprar uma lembrança a alguém, desviando-me dos habituais chocolates e flores e peluches. Enfim, para um/uma amante de livros, que lembrança melhor no dia dos namorados do que uma coisa que realmente gostamos e apreciamos, certo?

Então, estive a pensar sobre os inúmeros livros que conheço e que já li e decidi fazer uma lista de sugestões que tenham como temática, romance. 
Em vez de fazer uma lista dedicada apenas e exclusivamente ao tipo de romances de cordel que é mais virado para o público feminino, decidi tentar equilibrar as coisas também com sugestões para um público alvo masculino. Perdoem-me se as sugestões não agradarem a todos. Afinal, isto são apenas e só sugestões. 

Lembrei-me de dividir as sugestões em duas partes por uma razão muito simples. Quero sugerir dois ou três livros que sejam romances, mas que abrangem um público mais vasto. E, portanto, nesta primeira parte das sugestões, vieram à mente alguns livros com romance mas também com muita pesquisa histórica à mistura:

Recordei-me de sugerir este livro porque me encontro agora a ler o segundo volume da série e estou constantemente a lembrar-me do romance entre Claire e James Fraser no primeiro livro e o quanto eu adorei conhecer este casal. 
Mas como disse, este romance histórico é um dos livros mais completos e trabalhados que já li e portanto, temos uma pesquisa histórica muito valiosa neste livro. Eu adorei a forma como a autora nos transporta para o século XVIII, com muita subtileza mas com perícia. 
Diana Gabaldon viaja entre duas épocas, mas nem assim consegue deixar de envolver o leitor com a sua mestria narrativa. 
Para aquelas e aqueles que gostam de um bom romance histórico, não poderia encontrar uma melhor sugestão.
Esta obra mistura com excelência história, romance, intrigas, política e uma narrativa por demais envolvente.

(Para ver a opinião, basta carregar na imagem.)


Por outro lado, também me lembrei de sugerir um livro que foi uma das minhas melhores leituras do ano passado. 

Expiação não só nos fala sobre um romance que têm os seus obstáculos, mas também nos fala sobre um período histórico que será um dos mais complicados do panorama mundial. Foi um livro que me mostrou muita emoção e muita intensidade. E creio que é uma óptima sugestão para todos os gostos literários. 
A escrita de Ian McEwan é algo único, que nunca ante tinha encontrado. Pode no início parecer dificilmente ou aborrecida, mas merece uma oportunidade para se revelar. E Expiação é uma obra magnífica que não deixará ninguém indiferente.
(Para ver a opinião, basta carregar na imagem.)


As opções são muitas, mas também me lembrei de outros livros, como:

Para já é tudo, mas mais tarde vou também apresentar algumas sugestões mais viradas para o público feminino. 

6 thoughts on “Sugestão Literária – Fevereiro (Pt.1)

  1. Concordo contigo em relação ao que o dia de São Valentim representa. Também não o festejo pelas mesmas razões do que tu e penso que não deveria haver um mês do amor! Acho que deveria ser todos os meses do ano para ver se as pessoas se passavam a valorizar mais umas às outras. É ridículo ouvir conversas sobre este dia uma vez que vez as pessoas a questionarem-se sobre o que vão comprar para oferecer à sua cara metade e o que é que vão receber. Será que não há coisas mais importantes e com mais significado que não sejam apenas prendas?? Será que é preciso haver um dia para oferecer alguma coisa alguém? Penso o mesmo em relação do dia do pai, dia da mãe e afins… Acho que devemos lembrar-nos das pessoas todos os dias do ano. Devemos oferecer algo quando sentimos que a pessoa precisa de alguma coisa ou quando sentimos vontade de oferecer!

  2. Sou da mesma opinião. O dia de S. Valentim representa mais o consumismo do que outra coisa. Se é o Dia dos Namorados é para passar o dia ou a noite (ou o que for possível) com a pessoa amada.
    Agora em relação aos livros: ainda não li a expiação mas já há algum tempo que quero ler!🙂
    E aproveito para avisar que te deixei um selinho no meu blog.
    Beijinhos e boas leituras

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s