Paixões à Solta

Daisy MacLean é a diretora de um delicioso hotel rural. Desde que o seu marido infiel morreu num acidente de carro, tem-se mantido solteira e boa rapariga. Mas agora não confia em homens bonitos e charmosos, e é por isso que a antiga estrela de rugby, Dev Tyzack, não tem nenhuma hipótese em a conquistar. Pensa ela… Infelizmente o passado de Daisy está a intrometer-se no seu futuro. Quando menos espera, aparece Barney, o porteiro, com algo que pertencera ao marido que Daisy pensava ter conseguido esquecer. E para aumentar a confusão, não faltam outras personagens excêntricas como Tara, a criada sempre infeliz no amor; Dominic, cujo casamento se vai realizar no hotel mas que já não quer aquela noiva; ou o próprio pai de Daisy que mantém uma relação secreta. Desta caótica torrente de paixões à solta só poderá resultar um grande desastre. Ou talvez não!
ISBN: 9789897100284 – Chá das Cinco / 2012 – 393 páginas

Numa pequena aldeia britânica, esconde-se um hotel muito simpático com funcionários e clientes que não perdem um momento de diversão nas suas vidas. Os segredos nesta pequena comunidade também são mais que as pessoas que lá habitam e o caos rapidamente nasce por aqui. 
Daisy, directora do hotel local, descobriu que o seu marido lhe era infiel após a morte do mesmo, consequência de um acidente rodoviário. Um ano depois, só tem cabeça para a gestão do seu hotel. Mas quando conhece Dev, as suas prioridades ficam confundidas. É que ele é um homem irresistível e não lhe dá nenhuma trégua. Só que Daisy não consegue confiar completamente em Dev, pois as suas memórias não são as melhores e não consegue lutar com a sombra das infidelidades do seu marido. 

Há bastante tempo que não lia nada de Jill Mansell e tendo em conta que ela é uma das minhas autoras favoritas no panorama de literatura romântica, isto é dizer muito. Contudo, eu gosto sempre de guardar estes livros para quando preciso ou me apetece ler algo dentro deste género. Assim tenho a certeza que os livros e as leituras são muito melhor apreciadas. Foi o que aconteceu com este Paixões à Solta, que se leu de uma assentada, como invariavelmente acontece com esta autora bem-disposta. Sinceramente, já não sei quantos livros dela li até hoje. Talvez tenham sido uns 11 e portanto conheço o estilo de escrita dela muito bem. É uma escrita leve, bem-disposta onde a autora se apoia em personagens um pouco desajeitadas, muito divertidas que se introduzem em situações cómicas e caricatas, sempre com azar ao amor. 
E entre as confusões e os mal-entendidos, as personagens acabam por se apaixonar e encontrar as pessoas que são certas para cada um deles. 
A autora escreve sempre sobre três ou quatro casais no mesmo livro e estas são sempre leituras que nos deixam bem dispostos e ainda nos arrancam umas boas gargalhadas. 

Gostei especialmente deste livro porque fala sobre um hotel muito simpático, numa comunidade algo fechada e com personagens mesmo muito divertidas. As situações caricatas e divertidas também lá estão em grande número e esta leitura foi um bálsamo exactamente por esse factor. Ri-me bastante e gostei especialmente de assistir ao romance entre os personagens principais Daisy e Dev. 

Posso dizer que voltar a esta leitura me deixou com extrema vontade de ler os restantes livros que ainda não li da autora. Mas vou resistir porque sei que apreciarei ao máximo estes livros quando mais precisar deles para descontrair da melhor maneira com Jill Mansell.
Estes livros são o melhor remédio para os dias mais tristes.

Opiniões da mesma autora:
         


Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s