Histórias de um Portugal Assombrado

Hoje o Palácio Beau Sejour é ocupado pelo Gabinete de Estudos Olisiponenses, da Câmara Municipal de Lisboa, mas noutros tempos foi a residência do Barão da Glória, que ainda hoje por lá anda a arrastar grossos volumes de livros e caixotes de documentos, para desespero dos funcionários, que, dias depois, voltam a encontrá-los no exato local onde haviam procurado. O barão também é culpado, acusam, pelo tilintar das chávenas em cima das mesas e pelo soar das campainhas da quinta de São Domingos de Benfica. No Castelo de Almourol ou no de Bragança, amores incompreendidos deixaram espectros a pairar nas suas torres e ameias. Na Serra de Sintra sobram razões para ter medo, entre casas assombradas e almas que deambulam pelas estradas. No Porto, há espectros a discutir a herança pela calada da noite e apartamentos que, afinal, contra todas as razões lógicas, não estão vazios como aparentam. Em Castro Marim, as mouras ainda andam à solta, e, em Penafiel, os sustos marcam o ritmo dos dias na Quinta da Juncosa, que há séculos foi palco de um crime hediondo. Em Langarinhos, Gouveia, há uma casa inacabada, obra que, por mais que tente, nenhum proprietário consegue finalizar. Falar de fantasmas, casas assombradas e mistérios difíceis de explicar não é tarefa fácil. Há quem fique com pele de galinha, outros não deixam de esboçar um sorriso trocista.
ISBN: 9789896263713 – A Esfera dos Livros /2012 – 247 páginas

A mortalidade persegue-nos a todos nós. Desde o início dos tempos que os humanos desejam combater a morte, compreendê-la e até escrutiná-la. A morte sempre foi um assunto que fascinou a humanidade e assim permanecerá, pois a única maneira de conhecer a morte é experienciá-la. Como nos encontramos todos de mãos atadas neste assunto, até que chegue a nossa hora, é normal que acabemos por criar mitos ou que arranjemos explicações para alguns fenómenos que não são logo à partida, considerados normais.
Assim nascem as histórias de fantasmas, mitos urbanos, lendas entre outros exemplos de literatura oral que são muito comuns em qualquer sociedade que seja.

Vanessa Fidalgo neste Histórias de um Portugal Assombrado mostra-nos um Portugal oculto, que se vai revelando através das mais variadas lendas, mitos e histórias de fantasmas que tanto nos divertem como nos arrepiam. Por todo o país e ilhas existem estas histórias e a verdade é que estes relatos continuarão vivos geração em geração, pois é o povo que os mantém vivos.   

A autora desvenda-nos esta faceta cultural do país que antes me era desconhecida, de uma forma bastante assertiva e directa. Gostei da forma como ela escreve e portanto esta pequena obra curiosa foi muito fácil de se ler. Já sabia mais ou menos o que esperar e portanto o livro não me desiludiu. Pode-se caracterizar esta obra como uma colectânea de mitos, lendas e histórias que têm de tudo, menos normalidade. Acabamos por entrar em contacto com diversas regiões do país de uma forma diferente e no geral, acho que é uma leitura que deve ser feita mais por curiosidade do que prazer. 
De facto, não posso afirmar que alguma vez leria este tipo de livro por prazer/lazer, mas como o li apenas porque estava curiosa quanto ao tema e como este seria abordado, a experiência até acabou por correr bem.

Confesso que no meio disto tudo, o que gostei mais, foi de ler sobre as histórias que povoam a minha terra de Cascais. Algumas conhecia, outras não, mas foi uma experiência sem igual conseguir visualizar os cenários destes mitos com tanta familiaridade. E pensar que passo todos os dias por sítios que estão supostamente assombrados! E esta, hein?     
Gostei.




Advertisements

2 thoughts on “Histórias de um Portugal Assombrado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s