O Que Seria Eu Sem Ti?

Gabrielle tem dois homens na sua vida. Um é o pai, o outro, o seu primeiro amor. Um é um grande polícia, o outro um célebre ladrão. Desapareceram os dois há muito, deixando-lhe um vazio imenso no coração. No mesmo dia, à mesma hora, ressurgem para lhe inquietarem a vida. Conhecem-se, detestam-se, defrontam-se num desafio mortal. Gabrielle recusa-se a escolher entre os dois, gostaria de os manter na sua vida, de os aproximar, de os amar a ambos. Mas existem duelos em que a morte é o desfecho inevitável. A não ser que… 


Dos telhados de Paris ao sol de São Francisco. Um primeiro amor que ilumina toda uma vida. Uma história envolvente, repleta de amor e fantasia.



ISBN: 9789722522304 – Bertrand Editora / 2011

A mais recente obra de Guillaume Musso publicada em Portugal conta-nos a história de Gabrielle e das duas pessoas que realmente importam na sua vida. 
Um é o pai, que é um célebre ladrão de obras de arte. No entanto, os roubos de Archibald têm uma motivação complexa por trás de tudo e a pessoa que se encontra altamente capacitada para desvendar todos estes motivos é Martin, polícia especializado em roubos culturais, onde se inserem os objectos de arte mundial que Archibald rouba e junta ao seu espólio. 

No entanto, Martin não é um polícia qualquer. De momento, é um homem com um passado algo complicado e com assuntos inacabados. Isto tudo porque há uns anos atrás, a estudar em São Francisco conheceu o amor da vida dele – Gabrielle.
Contudo, sendo tão jovens quanto eram na altura, o romance acabou  prematuramente e sem explicação e Martin viveu o resto dos anos com a mágoa de ter perdido aquela que amava acima de todas as outras coisas. Separados por milhares de quilómetros de distância, os anos rapidamente passaram sem qualquer contacto entre os dois…mas na mente e no coração de cada um, o outro ainda persiste. E o sentimento que os uniu, tal como a dor que os separou ainda se mantêm firmes no espírito de cada um.

Archibald, elemento comum entre os dois, vai acabar por revolucionar a vida de cada um deles e vai também revolucionar o futuro dos dois. Se é destino ou não, a verdade é que Martin e Gabrielle voltam, anos depois, a reencontrar-se na cidade de São Francisco onde os velhos sentimentos e ressentimentos voltam a insurgir-se na superfície e embora ambos queiram retomar a relação no ponto onde a deixaram, há velhos assuntos  que têm de ser esclarecidos para que ambos consigam seguir o seu próprio caminho sem o fantasma do passado sempre na sombra…      
Não é segredo nenhum que Guillaume Musso é um dos meus autores favoritos de sempre. Já li todos os livros dele (menos o último que ele publicou intitulado The Girl on Paper, que ainda não saiu em terras lusas) e não consigo enjoar das narrativas dele. Os seus livros têm sempre um elemento que os torna especiais e que me faz apreciá-los da maneira como os aprecio. Não só a escrita do autor é inigualável, mas a forma como ele constrói os seus enredos e lhe dá um sabor fora do normal, é completamente fora de série. Apesar de todos os seus livros terem um pequeno elemento sobrenatural, o autor introduz esse elemento de forma a que o leitor acabe por acreditar plenamente que aquelas circunstâncias e situações poderiam de facto acontecer na vida real. E é isso que a meu ver torna estes livros tão diferentes e por isso, tão especiais. 
Nos 6 (se não estou em erro) livros que já li, não existiu nenhum que me desiludisse ou que não me envolvesse por completo e Guillaume Musso continua assim, a ser um autor de referência para mim. 

Em relação ao O Que Seria Eu Sem Ti?, posso dizer que mais uma vez, o enredo flui de uma maneira extraordinária e a criatividade e originalidade, que são a meu ver as imagens de marca do autor continuam bem presentes nesta obra. 
As personagens estão igualmente bem construídas e gostei especialmente do protagonista Martin que me emocionou com a sua personalidade e a forma como vê a vida. Gostei bastante do paralelismo entre polícia e ladrão que existe nesta história e foi muito engraçado ver a Gabrielle a lidar com estas duas personalidades fortes e determinadas. 

Mais uma vez, o final surpreende e o livro deixou novamente em mim uma sensação muito agridoce. Isto porque fiquei triste por o livro ter chegado ao fim e eu ter que me despedir, mas também fiquei contente por saber que é mais um livro que fica marcado no meu coração de uma forma especial e por saber que mais uma vez o autor mantém-se firme à sua imagem de marca e não desilude os seus leitores.

Recomendo para quem gosta de romances leves, com histórias originais e uma pitada de aventura. 
Adorei!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s