Um Violino na Noite

Isabel Delancey, uma mulher frágil e ainda jovem, alheada das vicissitudes do dia-a-dia, vivia para a música – era violinista numa orquestra sinfónica.

O que a prendia à realidade era o amor que sentia por Laurent, o seu marido. Quando este morre num brutal acidente, Isabel vê-se obrigada a confrontar-se com a terrível situação financeira em que o marido deixou a família e a assumir o papel de mãe que sempre tinha sido desempenhado por uma ama.

A Casa Espanhola, uma propriedade que herda inesperadamente, sendo uma fonte inesgotável de problemas, vai ser ao mesmo tempo um desafio à sua coragem e determinação, transformando Isabel numa mulher madura.

Ali, vai encontrar uma solidariedade inesperada, um rancor visceral e o amor.


Um Violino na Noite é um romance que nos fala de obsessões, vulnerabilidades, paixões e escolhas. A história envolve completamente o leitor, tornando este novo livro de Jojo Moyes uma leitura compulsiva e irresistível.


ISBN: 9789720045423 – Porto Editora / 2010

Isabel Delancey teve o maior choque da sua vida há nove meses atrás quando o seu marido foi vítima de um acidente rodoviário. Isabel, uma violinista profissional estava habituada a que o seu marido, Laurent, cuidasse da rotina da casa e da família. Isabel apenas tinha que se preocupar com a sua vida profissional, a sua carreira e o seu amor pela música. Por isso mesmo, tornou-se uma mãe ausente e enquanto o seu marido e a ama, Mary, viam as duas crianças crescer, Isabel apenas via o seu violino. Até ao dia em que esta recebe a notícia que iria mudar a sua vida para sempre.

É que Laurent não deixou à sua mulher e dois filhos nada que não dívidas. O estilo de vida luxuoso que a família levava tem que acabar e Isabel vive literalmente, numa situação precária onde só as aparências se mantêm. 
Contudo, inesperadamente, Isabel recebe também outra notícia: é a herdeira de uma casa numa pequena vila. Esta mansão chama-se Casa Espanhola, e Isabel recorda-se da primeira vez que a viu, quando ainda era criança. A casa era majestosa, mas o que ela ainda não sabe é que a casa e os cuidados com a mesma foram negligenciados durante 50 anos, mais coisa menos coisa. E vai preciso uma quantidade enorme de dinheiro. Dinheiro esse que Isabel não tem, a não ser que venda o seu amado violino Guarneri.

No entanto, a Casa Espanhola é cobiçada por mais pessoas, que de algum modo ou de outro, vão encontrar-se e vão fazer parte da vida de uns dos outros. A situação acaba por se tornar complicada, onde a casa tem o papel principal, pois é o foco desta disputa que irá colocar esta pequena vila em rebuliço.

Este é já o segundo livro da autora Jojo Moyes que leio. O primeiro, intitulado Silver Bay – A Baía do Desejo, foi uma bela surpresa, portanto foi com grandes expectativas que comecei a leitura deste Um Violino na Noite
Sendo esta a segunda obra da autora que leio, posso dizer que no momento em que peguei no livro, não tinha ainda muita confiança com a autora, por assim dizer. Com apenas um livro lido e uma boa experiência para recordar, ninguém me poderia garantir que a autora me conseguisse conquistar com este segundo livro. No entanto, já há muito que esta capa e este título me perseguiam e finalmente, depois de tanto tempo, decidi pegar no livro e confirmar se a autora merecia ou não, um lugar obrigatório na minha estante.  

Um Violino na Noite é um livro que se lê muito bem. Mais uma vez, a autora mostrou-me uma escrita cuidada, clara e muito fluída. Um enredo bem construído e envolvente, são ingredientes fundamentais para a confecção deste livro, bem como uma aura muito leve de mistério. Confesso que a autora me conseguiu surpreender com algumas reviravoltas do enredo e fiquei deveras surpreendida com o desfecho de várias personagens, que não pensavam que acabassem da maneira como acabaram. O enredo gira todo em volta da mansão que Isabel, a protagonista, herdou. Foi muito engraçado ver quantas pessoas desejam uma casa ao ponto de destruir as suas vidas para a conseguir. É uma obra recheada de sentimentos fortes: amor, ódio, desprezo, alegria. Foi com imenso prazer que finalmente encontrei esta obra e que a vi a ir ao encontro das minhas expectativas.
No entanto, creio que este livro tem um andamento mais lento do que a obra anterior da autora. Não é propriamente um aspecto negativo, é apenas um facto. Mas senti que esta história tem um desenvolvimento bem mais vagaroso que o Silver Bay. Para mim acabou por se revelar um aspecto interessante e diferente, mas acredito que a autora podia ter sido um pouco mais dinâmica. O final acabou por me parecer um pouco apressado de mais e que tivesse construído um epílogo com mais informações. 

No geral foi um livro que me apanhou desprevenida – começou lentamente a ganhar o meu afecto, até ao ponto em que tive que dizer adeus às personagens, mesmo não querendo.  A leitura correspondeu às minhas expectativas e foi também uma obra que me obrigou a reflectir sobre o ser-humano e sobre o que este é capaz de fazer para conseguir uma coisa que deseja. Fez-me também pensar sobre a lealdade, sobre o amor e sobre as relações humanas em geral. Como disse, é uma obra que a cada página nos mostra um pouco da natureza humana. É muito interessante ver que a autora consegue em 400 páginas mostrar-nos um espectro de atitudes baseadas em vários sentimentos e consegue mostrar-nos também as consequências que essas atitudes irreflectidas trazem. Sem dúvida, maravilhoso.

Com isto, concluo que vou certamente continuar a seguir a autora com muita atenção. Os próximo livro a ler será O Retrato de Família, pelo qual não posso esperar, apesar de as opiniões se mostrarem divididas. Estou fã de Jojo Moyes.        
Outras opiniões da autora: 





Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s