Livros versus Tv #1

Hoje apresento-vos a minha nova rubrica.

As séries e filmes são o meu segundo vício de entretenimento, seguido dos livros. Tal como acumulo livros para ler, também acumulo séries para ver. E a vontade de falar sobre elas é igual à vontade que tenho de falar sobre os livros que leio. O que eu pretendo não é fazer aqui uma crítica profissional, mas antes deitar cá para fora o que sinto sobre a/ as séries e/ou filme(s) que já vi, que pretendo ver no momento e aqueles que ainda virão… 
O título da rubrica deve-se à certeza que tenho que num futuro próximo irei falar sobre alguma adaptação televisiva que teve a sua origem num livro, ou vice-versa.

É importante referir no entanto que não pretendo que esta rubrica seja de certa forma, restritiva para mim. Quero poder escrever sobre alguma adaptação – seja ela um filme ou uma série – e não tem que estar ligada a uma obra literária. 
No entanto, quero ter uma ligação real aos livros (visto o meu blogue ser literário, não me quero desviar do seu tema central), por isso o mais provável é que o conteúdo reflicta isso de forma clara.
Sobretudo, quero é escrever.

Nota: a imagem base utilizada para o botão foi retirada de google.com
A manipulação da imagem é da minha autoria


***

Hoje quero começar com uma série que é relativamente recente e que foi inspirada numa série de policiais. Já fiz várias opiniões aos livros desta autora e é com muito agrado que vos falo tanto dos livros quanto da série. Falo da série Rizzoli & Isles, inspirada na série de livros com o mesmo nome da autora Tess Gerritsen. 

A série é protagonizada pelas actrizes Angie Harmon e Sasha Alexander e conta já com três temporadas. Eu ainda só tive oportunidade de ver até ao 3º episódio da segunda temporada, pelo que posso dizer que estou muito atrasada e tenho que urgentemente actualizar-me. (Provavelmente irei dizer muitas vezes esta mesma frase)

Antes de começar a assistir à série televisiva li os 3 primeiros volumes da série literária, apesar de já na altura já me tivessem avisado que a série não estava muito fiel aos livros. 
Uma verdade absoluta, com excepção dos primeiros dois episódios, talvez. Na minha opinião são os mais fiéis às obras literárias. Não obstante, a primeira temporada da série está incrivelmente bem desenvolvida e deixou-me com extrema vontade de continuar a ver. Vejo esta série como uma adaptação mais abrangente e acabei por gostar tanto da série como gosto dos livros. Cada um com o seu registo mas ambos igualmente bem sucedidos. Já conhecia a Angie Harmon por outros vários trabalhos como a série “Women’s Murder Club“, “Samantha Who?“, “Law & Order“, “Fun with Dick and Jane“, etc. Gosto muito dela e é uma das actrizes que mais admiro, portanto a oportunidade de a ver como protagonista desta série é ainda mais gratificante. Consegue, na perfeição, passar a atitude da Jane dos livros, embora também tenham as suas diferenças. Mais importante que tudo, é muito parecida com a Jane que eu imaginei, o que é uma surpresa.  

Já a Sasha Alexander foi uma actriz que me surpreendeu, pelo papel que representa muito bem, também. Conseguiu captar muito bem a essência da Maura, a médica legista, e apanhou pequenos pormenores da sua personalidade que não passam despercebidos, especialmente aqueles que estão relacionados com a sua atitude profissional. Sascha trá-los à vida de uma maneira magnifica. Fico é com pena que em termos visuais, Sascha seja o oposto da sua personagem literária, que tem cabelo curto preto e uma franja. Contudo, a relação entre as duas personagens está a ser bem explorada e na minha opinião, está até bastante fiel à relação que o leitor tem oportunidade de ver e experienciar na série literária.


Os outros personagens secundários têm igualmente bons desempenhos, embora tenha que dizer que estou desiludida quanto à liberdade a que se propuseram com estas personagens. Não são nada do que imaginava e não se coadunam com as personas a que são suposto dar vida.  

Em suma, em termos gerais confesso que estou muito contente com esta série, apesar de saber que a mesma se tornou um organismo independente dos livros, quase. Cresceu e distanciou-se da realidade que o leitor descobre nas tramas dos livros, mas com isso consegue mostrar uma nova dupla policial igualmente brilhante. 
Quero ver se brevemente acabo de ver a segunda temporada, para ver que novos desenvolvimentos vêm aí. 

Ficaram com curiosidade quanto aos livros? Se quiserem saber mais, podem fazê-lo aqui



| daqui

| daqui



Advertisements

5 thoughts on “Livros versus Tv #1

  1. Nunca vi a série, mas já tinha ouvido falar dela. Estou curiosa, porque também ando sempre cheia de séries para ver e sem tempo nenhum.

  2. Ora bem os livros não me suscitam grande interesse mas a série sim, vou vê-la lá para o Verão 🙂

    Gosto desta rubrica..quero ver que mais séries vais falar! 😛

    Eu conheço muitas que são inspiradas em livros: Gossip Girl, Pretty Little Liars, Guerra dos tronos, the secret circle, the vampire diaries, the nine live of chloe king, the lyning game, supernatural e dexter (estas não sei bem se os livros já existiam antes xD) tens tmb sherlock.(bolas realmente são imensas! o que mostra que as boas séries nascem a partir dos bons livros 😀

  3. Já tenho vários episódios desta rubrica planeados 😛
    O Dexter, os livros já existiam antes. Supernatural foi ao contrário 😛

    Esta rubrica dá realmente tem pano para mangas, com toda a certeza. 😀

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s