Uma Questão de Atração

Brian Jackson, estudante universitário, chegou à faculdade com um desejo mais forte do que o da aquisição de conhecimentos: ser uma estrela do concurso mais famoso da TV. Mas o seu avanço no Desafio Universitário é de certo modo travado pela sua atração crescente pela sedutora Alice Harbinson, que luta para deixar a sua marca como atriz. E, à medida que os obstáculos impedem a sua relação, Brian fica cada vez mais convencido de que só um sucesso esmagador no concurso o fará conquistá-la. 
ISBN: 9789722628648 – Civilização Editora / 2011
Uma Questão de Atração é o segundo livro publicado em Portugal de David Nicholls,  autor do bestseller “Um Dia” (opinião aqui) . Apesar de não ter ficado totalmente rendida ao autor com o seu primeiro livro, decidi dar uma segunda oportunidade ao senhor.
Bem, por onde começar? O argumento deste livro é muito simples. Brian prestes a entrar no mundo universitário, não se sente completo. Por isso mesmo, decide candidatar-se a um concurso de televisão intitulado “Desafio Universitário”. 
No entanto, irá conhecer Alice que é uma jovem que faz de tudo para tentar ser conhecida pelo seu trabalho como actriz. Brian fica completamente louco por Alice e todas as suas decisões passam a tomar a rapariga como consideração. É óbvio que para um rapaz no fim da adolescência, que Alice é importante para o percurso da sua vida e quando Brian começa a tomar consciência de que não está a conseguir conquistar Alice com nenhum “método”, convence-se a ela próprio que a concretização dos seus desejos apenas se tornará possível se ele ganhar o concurso televisivo. Será que as coisas são bem assim? 
Chego agora à conclusão que este autor prima pelo humor, sim, mas não me consegue cativar completamente. Recordando o que disse sobre o outro livro, achei que a obra era bastante morna. E muito sinceramente, este “Uma Questão de Atração” é mais do mesmo. Confesso que o enredo é bastante original e tem várias cenas bastante divertidas, mas não passa daí. A loucura dos anos 80, etc. é bastante bem retratada a meu ver, mas dá-me a sensação  que o autor não abre, propriamente, os seus horizontes. 
Jovens com crises existenciais devido a paixões é o mote para muito literatura, nem toda ela é particularmente interessante. Apesar de o autor ter um dom para o humor e para as situações caricatas, não me conseguiu cativar com o enredo em si e as próprias personagens.
Não quero com isto dizer que não devam ler o livro e julgar por vós mesmos, mas para mim, acabou por ser uma desilusão porque espero sempre deste autor aquilo que não posso ter, que consiste em haver mais emoção e sentimento nos livros deles e não apenas humor (quase) impessoal.
Até certo ponto a história faz sentido, mas depois o autor acaba por exagerar o retrato dos anos 80, tornando o enredo e as personagens cansativas e até certo ponto, enjoativas.
Não recomendaria este livro a toda a gente, é certo, mas visto que eu acredito que é preciso experimentar para saber gostar e portanto acho que ler ou não ler este livro terá que ficar ao critério de cada um… De qualquer modo, espero que gostem da experiência. Ou se não gostarem, possam perceber o porquê! 
 
  

Advertisements

3 thoughts on “Uma Questão de Atração

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s