Opinião – Cobiça

Editora: Leya / 2011
Chancela: Quinta Essência
ISBN: 9789898228604
Formato: Capa Mole
Núm. páginas: 536
PVP: 17,50 €

Sinopse:
Redenção não é uma palavra que Jim Heron conheça muito bem. A sua especialidade é a vingança e, para ele, o pecado é relativo. Mas tudo muda quando se torna um anjo caído e é incumbido da tarefa de salvar sete pessoas dos sete pecados mortais… e o fracasso não é permitido. Há muito que Vin diPietro se entregou ao trabalho… até que o destino intervém na forma de um autoproclamado salvador de aspeto duro e de uma mulher que o fará questionar o seu destino. Com uma entidade malévola pronta a reclamá-lo, Vin tem de unir forças a um anjo caído não só para conquistar a sua amada… mas também para salvar a sua alma.
Opinião:

Há alguns meses atrás tinha comprado a versão ebook deste livro, que também apresento aqui à direita. 
Devo, primeiro que tudo, dizer-vos que eu e a autora J.R.Ward já há algum tempo que não nos andamos a entender, por assim dizer. Eu já li alguns livros da outra saga que ela escreveu e que é editada em Portugal pela Casa das Letras e não foram livros que me arrebatassem por aí além, tendo já mesmo chegado a desistir de acompanhar essa dita série, intitulada “A Irmandade da Adaga Negra” .
Contudo, ouvi falar bem desta série, sendo que o maior elogio foi o facto de ser praticamente a oposta da série antecedente, pelo que  decidi arriscar e experimentar a série. 
Fui para esta leitura com algumas expectativas, convencida de que iria gostar e qual não é o meu espanto que por volta da página 110 decidi abandonar a leitura. 
Mas é mesmo verdade. Não me consegui obrigar a ler mais nenhuma página.  Reconheço que posso ter sigo algo influenciada pelos outros livros da autora, mas achei o enredo tão aborrecido, as personagens tão insípidas que não encontrei motivação para ir em frente. 
Normalmente não desisto logo à primeira tentativa, mesmo que o livro não esteja a ser particularmente do meu agrado. Posso mesmo dizer que são mais as vezes que acabo o livro com menos vontade do que desistir dele. 
Este não foi o caso. 
A ideia, na teoria, era interessante e cativou a minha atenção. A concretização da ideia e o desenvolvimento que a autora escolheu dar ao livro, já não me prendeu a atenção.  
Poderá realmente ter sido da altura em que li o livro, não ser a mais indicada. Mas este é um sentimento que se veio a tornar comum nos livros desta autora e por isso mesmo tomei a decisão de não seguir mais séries desta autora. 
Espero, no entanto, que ao ler esta opinião, tenham em conta que gostos não se discutem e que vocês ao lerem este livro, poderão apreciá-lo melhor que eu. Assim o espero. 

 

10 thoughts on “Opinião – Cobiça

  1. Olá Filipa! Ainda ontem tive com este livro na mão, mas, no fim, decidi-me por outros de diferentes géneros literários. E parece que tomei uma decisão acertada … No entanto, o que agora me deixa curiosa é que opinião terás do livro “Três metros acima do céu”. Eu vi a adaptação cinematográfica espanhola e gostei bastante(mais por causa do ator, confesso, no entanto tentei ler o livro “Desculpa, Mas Vou Chamar-te Amor” do mesmo autor e tive de abandonar-lo..demasiado normal ou até vulgar.

  2. Olá!
    Bem… eu devo dizer que posso estar um pouco influenciada pelas experiências anteriores que tive com a autora. De qualquer modo, se calhar até poderás ver outras opiniões que sejam mais favoráveis que a minha.
    Confesso-te que achei este livro “mais do mesmo”.

    Quanto ao livro do Federico, trata-se de uma re-leitura e não propriamente de uma primeira vez. No entanto, como já o li há muitos anos, decidi reler e como gosto destas edições de bolso, foi ouro sobre azul.
    O livro que referiste também já tive com ele na mão, mas não fiquei impressionada com a sinopse, pelo que decidi arriscar com outros livros. 🙂

  3. Bem andava a invejar o facto de andares a ler este livro…espero não ter rogado nenhuma praga inconscientemente que te tirou o encanto da sua leitora *sou uma fada má* lol

    Mas realmente andei super curiosa. Vi-o nas lojas e quis comprar, dp queria o pack da fnac, mas não sei porquê, apesar da capa ser deslumbrante e da história atraente, apetece-me ler algo diferente…Estava na Bertrand a olhar, olhar e não descobri assim um livro que me chamasse atenção!

    Adoro críticas assim! Porquê? Porque somos todos diferentes e não temos de gostar de tudo. Cada vez mais parece que temos medo de “opinar” nos nossos blogues que não gostei daquela obra X, por razões X,Y.Z…adoro quando alguém diz que não gostou, sim um bocado contraditório, mas porque geralmente as opiniões todas fazem louvar os livros de uma maneira, que uma pessoa até desconfia. Eu posso comprar o Cobiça e até adorar, mas como posso não gostar e já não me vou sentir como um bichinho à parte por ser a única a excluir a super bem comentada J.R.WARD (de quem nunca nada li)!…

    bjocas 😀

  4. Hello Filipa 🙂
    Tenho de confessar que fiquei algo chocada com a tua opinião, a primeira vez que a vi foi apenas a única estrela que lhe deste como classificação no Goodreads. Depois lembrei-me que a opinião devia estar por aqui, ou pelo menos não tardar…

    Depois de a ler fiquei com a impressão de que tal como sugeriste, tanto o facto de já não “simpatizares” com a autora, como o facto de a altura não ser a melhor ditaram um pouco a sentença deste livro… No entanto, tenho de reconhecer que apesar de gostar da outra série da autora, comparada com outras séries do mesmo género, esta autora é bastante inferior em tudo… E embora não tanto como tu, o meu entusiasmo para com a autora também esmoreceu bastante. Assim, depois de pensar no assunto não fiquei assim tão chocada com a tua opinião 🙂

    Ps. Gosto da mudança de visual!!

    Beijinho

  5. Bem, se calhar foi mesmo praga 😛 lol
    Estou a brincar…Sinceramente Tinkerbell, como dizes, já tinha ouvido dizer coisas maravilhosas sobre a autora.
    Entretanto li os livros da outra série e bem, li-os a todos… Mas foram aquelas leituras que se lêem até bem, mas não são nada de especial. Não fica nada marcado depois de acabarmos o livro e meses depois já nem nos lembramos da história. Isso foi o que acabou por acontecer comigo. Em relação à outra série, já tinha decidido não investir mais nela. Não vale a pena estar a forçar uma coisa e não vou ler, apenas por ler…. Com tanto livro bom por aí…

    Em relação a esta nova série da autora, tinha também ouvido falar muitíssimo bem. Bem, eu que já andava chateada com a autora, nem liguei muito aos livros. Mas entretanto, vi uma crítica que dizia que a série não tinha nada a ver com a outra que ela escreveu e aí as minhas antenas começaram a abanar lol
    Mas, bem como digo… Acho que esta autora não é mesmo para mim… No entanto, haverá de haver muitas outras pessoas que gostem. Afinal, como dizes não podemos gostar todos do mesmo e ainda bem 🙂

    Beijinhos!

  6. Olá Catarina, como já falámos diversas vezes sobre esta série, sempre acreditei e não tenho dúvidas que eu esteja influenciada. A culpa é toda a Lara Adrian! 😛 lol
    Mas é mesmo verdade… Eu comecei a ler a Ward depois de já ter lido todos os livros da Adrian e bem, foi um balde de água fria. Como dizes e muito bem, porque é também a minha opinião, a Ward dentro do género não creio que seja das melhores.
    Além disso, tenho de também fazer notar que eu já estou um bocado careca de ver os livros do género paranormal todos a terem a mesma fórmula, é uma coisa que acaba por irritar. Gostei desta sinopse por me ter parecido que seria uma coisa diferente e inovadora dentro deste género literário.

    Mas há características na escrita da autora que não consigo ultrapassar, nem fazer-me gostar por muito que tente, especialmente as “polémicas” em que ela insiste travar com os seus personagens. A maneira como ela descreve o romance e até a relação entre os personagens não me cativam de maneira nenhuma, pelo que não vale a pena continuar a insistir.

    No entanto, como eu já disse várias vezes, espero que vocês vejam mais opiniões. Digo-vos com franqueza que parece que sou a primeira pessoa a não gostar desta autora, portanto o mal poderá ser meu 😀

  7. Também concordo em pôr as culpas na Lara Adrian, eu faria o mesmo.
    E é verdade quando dizes que começa a enjoar a falta de inivação no paranormal. E também por isso autoras como a Lara Adrian e, na minha opinião, Gena Showalter destacam-se de Ward e outras. Pois tiveram o cuidado de inovar e até mesmo melhorar a lenga lenga que se tem vindo a repetir neste género.

    Enfim, devo dizer que vou dar uma hipótese a esta série, como já deves ter percebido, compreendo aquilo que dizes e aceito-o a 100% mas acho que não sou tão exigente como tu, ou melhor contento-me com livros medianos. Se bem que, influiência tua ou não, já não acontence sempre! 🙂
    Quando a tiver lido posso contestar, ou não, a tua opinião e podemos falar mais detalhadamente dela 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s