Pequena Abelha

Não queremos contar-lhe O QUE ACONTECE neste livro. Esta é uma HISTÓRIA MESMO ESPECIAL e não queremos desvendá-la.
Ainda assim, vai precisar de saber um pouco mais sobre ela para querer lê-la, por isso, vamos dizer apenas o seguinte:
Esta é a história de DUAS MULHERES. Os seus destinos vão cruzar-se UM DIA e uma delas terá de fazer UMA ESCOLHA terrível, o tipo de escolha que ninguém deseja enfrentar. Uma escolha que envolve vida ou morte. DOIS ANOS DEPOIS, elas encontram-se de novo. É então que a história começa verdadeiramente…
Depois de ler este livro, vai querer falar dele a TODOS OS SEUS AMIGOS. Quando o fizer, por favor, também não lhes diga o que acontece. Permita-lhes saborear a sua MAGIA.

ISBN: 9789892313177 – Edições ASA / 2011 – 266 páginas

O Hobbit

Não posso contar o que acontece neste livro, não quero estragar a magia, como a sinopse bem demonstra. A beleza neste livro é ir ao seu encontro sem expectativas, sem sabermos o que acontece nestas páginas. Por isso, quero muito falar sobre o livro e sobre o que senti aquando a sua leitura, mas para saberem e perceberem verdadeiramente a minha experiência, terão que o ler.
A verdade é que foi especialmente por causa desta opinião que eu comprei o livro. Nem pensei duas vezes, comprei o livro e pronto. Nunca pensei que demorasse 2 anos a chegar até ele, mas mais vale tarde que nunca e finalmente peguei na obra de Chris Cleave.
Como já disse, não sabia o que ia encontrar nas páginas deste livro e quando comecei a leitura, passei por momentos de estranheza, talvez por me estar a estrear num novo autor e num novo tipo de escrita. Não durou muito, esta estranheza. O segundo capítulo escrito pela voz da Bee marcou o momento em que me deixei fascinar pela escrita do Chris Cleave e pela história que ele se preparava para contar. Quando a história começou a delinear-se com mais clareza, também se tornou mais claro para mim que este é um livro muito especial.
Não sei o que me tocou mais nesta leitura, se o relato individual destas duas mulheres – que são estrondosos, pela força que demonstra ao longo do livro – se a forma como o autor nos mostrou isso mesmo. Não resta dúvida nenhuma que a narrativa do autor é fantástica. A forma como ele nos descreve pequenas coisas do dia-a-dia de forma tão pouco usual dá-nos que pensar. O discurso de Bee, inocente e sábio ao mesmo tempo é das coisas mais deliciosas que existe neste livro. E a voz de Sarah, tão disfuncional, emocional e racional ao mesmo tempo, das mais desafiantes.
Se pudesse arranjar um adjectivo que descrevesse esta leitura seria intenso. Mas mesmo essa palavra não chegaria para descrever o mundo de emoções que esta história encerra.
Há tantas passagens deste livro que tive que apontar para mais tarde recordar mas há uma, que apesar de não ser mais especial que as outras todas, me deixou uma marca especial:

You will laugh, but this was the first time I had seen water made solid. It was beautiful – because if this could be done, then perhaps it could be done to everything else that was always escaping and running and vanishing into sand or mist.

- Chris Cleave

E várias vezes senti a necessidade de solidificar todas as emoções que tive durante a leitura deste livro. Talvez, se isso fosse possível, pudesse explicar de melhor forma o impacto que esta história teve em mim. Se há livro que me deixa sem palavras, este é o tal. Nem sempre podemos descrever o que sentimos ao ler um livro e esse é um destes casos. Talvez porque não exista, na verdade, muitas palavras que possam explicar a experiência. E se assim é, deixemos que o livro fale por si mesmo.

51

About these ads

One thought on “Pequena Abelha

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s